O que é uma rede de longa distância (WAN)?

Uma WAN (Wide Area Network) rede de longa distância é uma rede de comunicações que abrange uma grande área geográfica, como cidades, estados ou países. Eles podem ser privados para conectar partes de uma empresa ou podem ser mais públicos para conectar redes menores.

O que é uma redes de longa distância (WAN)

A maneira mais fácil de entender o que é uma WAN é pensar na internet como um todo, que é a maior WAN do mundo. A Internet é uma WAN porque, através do uso de ISPs, conecta várias redes locais menores (LANs) ou redes metropolitanas (MANs).

Em menor escala, uma empresa pode ter uma WAN composta de serviços em nuvem, sua sede e filiais menores. A WAN, nesse caso, seria usada para conectar todas essas seções do negócio.

Não importa o que a WAN une ou a que distância as redes estão, o resultado final sempre tem a intenção de permitir que diferentes redes menores de locais diferentes se comuniquem umas com as outras.

 

Nota: A sigla WAN às vezes é usada para descrever uma rede sem fio, embora seja mais comumente abreviada como WLAN.

 

Como as WANs (Wide Area Network) redes de longa distância estão conectadas 

Como as WANs, por definição, cobrem uma distância maior que as LANs (Local Area Networks) Redes Locais, faz sentido conectar as várias partes da WAN usando uma rede privada virtual (VPN). Isso fornece comunicações protegidas entre sites, o que é necessário, dado que as transferências de dados estão acontecendo pela Internet.

Embora as VPNs ofereçam níveis razoáveis de segurança para usos comerciais, uma conexão pública com a Internet nem sempre fornece os níveis previsíveis de desempenho que um link WAN dedicado pode oferecer. É por isso que os cabos de fibra óptica são usados às vezes para facilitar a comunicação entre os links WAN.

X.25, Frame Relay e MPLS

Desde a década de 1970, muitas WANs foram construídas usando um padrão de tecnologia chamado X.25. Esses tipos de rede suportavam caixas eletrônicos, sistemas de transação de cartão de crédito e alguns dos primeiros serviços de informações on-line, como o CompuServe. Redes X.25 mais antigas executavam conexões de modem dial-up de 56 Kbps.

Curso Active Directory Linux Pro 2019

A tecnologia Frame Relay foi criada para simplificar os protocolos X.25 e fornecer uma solução menos dispendiosa para redes de longa distância que precisavam ser executadas em velocidades mais altas. O Frame Relay tornou-se uma escolha popular para empresas de telecomunicações nos Estados Unidos durante os anos 90, particularmente a AT & T.

O Multiprotocol Label Switching (MPLS) foi criado para substituir o Frame Relay, melhorando o suporte ao protocolo para lidar com tráfego de voz e vídeo, além do tráfego de dados normal. Os recursos de Qualidade de Serviço (QoS) do MPLS foram fundamentais para o seu sucesso. Os chamados serviços de rede “triple play” construídos em MPLS aumentaram em popularidade durante os anos 2000 e eventualmente substituíram o Frame Relay.

Linhas alugadas e Metro Ethernet

Muitas empresas começaram a usar WANs de linhas alugadas em meados da década de 1990, quando a web e a internet explodiram em popularidade. Linhas T1 e T3 são frequentemente usadas para suportar comunicações MPLS ou VPN via internet.

Os links Ethernet ponto-a-ponto de longa distância também podem ser usados para construir redes de área ampla dedicadas. Embora muito mais caras do que as soluções VPNs ou MPLS da Internet, as WANs Ethernet privadas oferecem um desempenho muito alto, com links tipicamente classificados em 1 Gbps em comparação com os 45 Mbps de um T1 tradicional.

Se uma WAN combina dois ou mais tipos de conexão, como se usa circuitos MPLS e linhas T3, pode ser considerada uma WAN híbrida. Eles são úteis se a organização quiser fornecer um método econômico para conectar suas ramificações, mas também ter um método mais rápido de transferir dados importantes, se necessário.

Problemas com redes de longa distância

As redes WAN são muito mais caras que as intranets domésticas ou corporativas.

As WANs que cruzam fronteiras internacionais e outras fronteiras territoriais estão sob diferentes jurisdições legais. Disputas podem surgir entre governos sobre direitos de propriedade e restrições de uso de rede.

As WANs globais exigem o uso de cabos de rede submarinos para comunicação entre os continentes. Os cabos submarinos estão sujeitos a sabotagem e também a interrupções não intencionais de navios e condições climáticas. Em comparação com os telefones fixos subterrâneos, os cabos submarinos tendem a demorar muito mais e custam muito mais para reparar.

Espero ter ajudado com essa dica sobre Rede de longa distância.

Frase Motivacional

A diferença entre uma pessoa de sucesso e as outras,
não é falta de força, falta de sorte, nem a falta de conhecimento,
mas sim a falta de determinação.

Jesus o filho de Deus em natureza Humana

Você pode fazer perguntas ou compartilhar suas ideias por meio do formulário de comentários abaixo.

Não deixe de visitar e compartilhar com seus amigos também nosso Portal, lá você encontrará muito conteúdo interessante.

Se achou algum erro nesse post não deixe de nos informar, pois ficaremos muito agradecidos.

Perfil do Autor

Chefe de Redação
Chefe de RedaçãoAnalista de Sistemas
Domingos Cruz de Souza Formado em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Amante da tecnologia, Trabalho com desenvolvimento de sites/blogs em wordpress e criador do Portal do Especialista

Facebook Comments

%d blogueiros gostam disto: